Notícias

 
O Fantasma de Canterville é atração no palco do Lala


24/02


Um dos mais famosos contos de Oscar Wilde ganhará os palcos de Curitiba graças à nova produção da Cia. Máscaras de Teatro, que com adaptação e direção de João Luiz Fiani irá resgatar esse clássico da literatura inglesa: O Fantasma de Canterville. “Minha visão da obra gerou uma adaptação com uma certa comicidade trágica, para a qual acrescentei alguns elementos inusitados e inesperados pela plateia, o que é a chave de toda comédia de sucesso”, explica Fiani acerca de sua concepção sobre o texto de Wilde.

A trama começa quando o Ministro Americano Hiram Otis compra a propriedade ‘Canterville Chase’, um antigo castelo para fazer dele sua mansão na Inglaterra. Otis é advertido pelo atual proprietário Lord Canterville sobre um fantasma que assombra a mansão. Segundo a crença, o fantasma pertence a um homem que matou sua esposa e que como punição foi acorrentado nos porões da mansão, sem direito a sepultamento cristão e por isso sua alma vaga pelos corredores da casa. Porém nem o Ministro, nem sua cética e arrogante família acreditam na história que julgam ser uma lenda e mudam-se mesmo assim.

O fantasma faz a sua primeira aparição com o clássico ranger de correntes, situação diante da qual o Sr. Otis lhe ofereceu uma garrafa de lubrificante e seus terríveis filhos gêmeos atiram travesseiros na assombração. Essa audácia e frieza da família Otis faz com que o fantasma fique deprimido, sentimento que vai aumentando cada vez mais à medida que o fantasma tenta assustar, mas ninguém na família lhe á crédito.

Apenas a bela filha dos Otis, Virgínia, parece acreditar e se compadece do fantasma, após uma conversa em que ele lhe diz que sua alma só irá descansar quando alguém sentir pena dele para que possa receber um enterro digno. Virginia convence a família a dar ao Fantasma seu descanso eterno.

Essa é a trama básica criada por Wilde, porém na versão da Cia. Máscaras, foram acrescentados alguns elementos que tornarão a história ainda mais engraçada, como a trama entre a velha governanta a Sra. Umney, o antigo proprietário Lord Canterville e o Fantasma que ao final, revelam a realidade sobre a assombração.

“Adaptar uma obra consagrada é sempre uma grande responsabilidade, especialmente quando se trata de um autor fabuloso como Wilde, a quem admiro e respeito, pois o considero um gênio como poucos. Minha preocupação durante todo o processo de construção do espetáculo, foi tentar dar uma determinada modernidade ao texto, sem dele retirar a essência e o aspecto de crítica social que é uma tônica constante do trabalho de Wilde”, explica Fiani sobre o processo de criação do espetáculo

O elenco, composto pelos mais experientes atores da Cia. Máscaras, como Guilherme Osty, Alisson Diniz, Simone Klein e Daniel Marcondes, traz também novos talentos revelados pela companhia, como David Moura, Jéssica Granato e os gêmeos Gabriel e Lucas Buck.

O espetáculo é garantia de muitas e deliciosas gargalhadas e ocupará o tradicional horário de sextas e sábados à meia noite, ficando em cartaz até o dia 30 de abril.

 

SERVIÇO – O Fantasma de Canterville, adaptação do conto homônimo de Oscar Wilde com direção de João Luiz Fiani.

ELENCO: Alisson Diniz, Daniel Marcondes, Simone Klein, Guilherme Osty, Rogério Bozza, David Moura, Jéssica Granato, Gabriel Buck e Lucas Buck.

Temporada: até 30 de abril de 2016.
Horários: sextas e sábados, 23:59hrs
Ingressos na bilheteria
: R$40 (inteira) e R$20 (meia).
Duração
: 60 minutos
Classificação indicativa: Livre:
Informações
: 3232-4499 –

Rua Treze de Maio, 629
41-3232-4499
Domingo a sexta a partir das 14hs
Sábados a partir das 10hs
(c) 2017 Teatro Lala Schneider.